fbpx

Ignaz Semmelweis – o médico que constatou a importância de lavar as mãos para a saúde

Ignaz Semmelweis – o médico que constatou a importância de lavar as mãos para a saúde

Ignaz Semmelweis – o médico que constatou a importância de lavar as mãos para a saúde

Nos dias atuais, lavar as mãos é uma atitude tão natural e cotidiana, que é difícil acreditar que a falta desse hábito tão simples era a causa de muitas mortes no século XIX. É nesse período da história, em 1844, que formara-se médico Ignaz Semmelweis, húngaro e pioneiro dos procedimentos antissépticos das mãos.

Médico obstetra, Semmelweis foi trabalhar na primeira clínica de Obstetrícia do Hospital Geral de Viena, na Áustria, e constatou que a taxa de mortalidade materna por infecção pós parto (febre puerperal) era muito alta. Começou a estudar as causas e soluções para isso, e chegou a conclusão de que lavar as mãos antes dos partos poderia reduzir o índice.

 

Teoria do Envenenamento Cadavérico
Um fato que contribuiu com a descoberta de Semmelweis foi a morte de seu amigo e também médico Jakob Kolletschka, em 1847, acidentalmente ferido pelo bisturi durante uma necropsia. A autópsia concluiu que a patologia que causou sua morte era semelhante a das mulheres que morriam no pós parto, e Semmelweis imediatamente assimilou as duas situações.

Na primeira clínica, médicos e estudantes de medicina carregavam as bactérias de cadáveres nas mãos e levavam para as salas de parto, enquanto na segunda clínica, trabalhavam parteiras e enfermeiras sem contato com necropsias. Foi então que ele instituiu a prática de lavar as mãos com solução de cal clorada (hipoclorito de cálcio) para médicos e estudantes antes de realizarem os partos, reduzindo drasticamente o índice de mortalidade, que chegava a 18% para quase 2%.

 

A batalha pelo reconhecimento
Apesar dos resultados positivos, sua teoria foi muito contestada pela comunidade médica e seus colegas se relutavam em adotar seu método de prevenção de infecções. Semmelweis tornou-se muito irritado e agressivo, chegando a acusar muitos profissionais proeminentes na Europa por assassinato nos partos. Vencido pelo esforço, sua própria esposa e amigos, acreditando num desequilíbrio emocional, o internaram num asilo psquiátrico. Duas semanas depois,aos 47 anos, veio a falecer, vítima de uma ferida e infecção no dedo.

 

Reconhecimento póstumo
A prática de Semmelweis somente ganhou aceitação anos após sua morte, quando o químico francês Louis Pasteur desenvolveu a Teoria Microbiana das Doenças, confirmando as descobertas de Semmelweis.

 

Atual cenário da pandemia
A teoria de Semmelweis ajuda a compreender a importância de lavar as mãos e evitar a contaminação e proliferação de doenças. A higiene e assepsia das mão é essencial não apenas para profissionais da saúde, mas para todo cidadão consciente, preocupado em conter doenças como o Covid-19. Devemos ser responsáveis, cuidando de si e respeitando o próximo.

Open chat
1
Olá Tudo bem ?
Posso ajudar ?